Este site armazena cookies no seu equipamento para melhorar a sua experiência de navegação.
  • Boletim BDO Abril 2019

    BDO Anuncia Nova Firma em Braga

Boletim BDO:

Boletim BDO Abril 2019

05 abril 2019

 

BDO ANUNCIA NOVA FIRMA EM BRAGA

A BDO em Portugal anuncia com satisfação que adquiriu, com efeitos a 1 de janeiro de 2019, a PARTNERtoPARTNER – Consultores de Gestão, SA. (P2P), firma com sede em Braga.

A nova firma da rede BDO em Braga foi constituída em 2004, emprega um total de 10 colaboradores e presta serviços a cerca de 60 Clientes. Os serviços prestados incluem, fundamentalmente, consultoria financeira, consultoria empresarial e incentivos ao investimento.

O seu fundador, Paulo Moura Castro, mostra-se muito orgulhoso em se juntar à BDO: “O nosso propósito consiste em prestar serviços de excecional qualidade aos nossos Clientes estando, assim, perfeitamente alinhados com a missão e os objetivos da BDO em Portugal. Acreditamos que se trata de uma transação geradora de grandes sinergias, ao permitir, por um lado, alavancar os serviços da BDO numa região de elevado dinamismo económico e, por outro, disseminar novas competências na rede BDO.

José Soares Barroso, CEO da BDO em Portugal, adianta: “Estamos muito satisfeitos e damos as boas vindas a esta nova firma, que goza de uma excelente reputação no mercado e na região em que está inserida e que acaba de entrar no seio da rede BDO. A aquisição da P2P faz parte da estratégia da BDO em Portugal, focada na presença em regiões críticas e com parceiros locais, representando Paulo Moura Castro e a sua equipa um veículo importante para o desenvolvimento da BDO naquela região. Estamos confiantes que a BDO em Braga ajudará a assegurar que os nossos Clientes, em todo o país, possam beneficiar das aptidões concertadas de todas as firmas da rede BDO em Portugal e, ao mesmo tempo, encontrar, a nível local, as competências que satisfaçam as suas complexas e exigentes necessidades.

No que diz respeito ao cumprimento de obrigações fiscais em abril, recordamos que, em 2019, ao contrário do habitual, não deverá ser efetuado o pagamento do IMI. Efetivamente, face às alterações ocorridas, este imposto deverá ser pago em maio, numa única prestação, caso o imposto a pagar seja igual ou inferior a 100€. No caso do valor a pagar ser superior, em maio deverá ser feito o pagamento da primeira prestação.