Este site armazena cookies no seu equipamento para melhorar a sua experiência de navegação.
Cybertip:

A Resiliência das Organizações

13 maio 2020

A resiliência das organizações é diretamente proporcional à capacidade de recuperação em caso de desastre. 

Um plano de continuidade de negócio, sustentado numa análise do impacto dos processos de negócio, deve ser espelhado num plano de recuperação de desastre e testado periodicamente de forma a identificar falhas no processo que devem ser refletidas em planos de ação num processo de melhoria contínua. 

Nesta crise pandémica COVID-19, o teletrabalho assumiu-se como a alternativa operacional para as organizações, essa decisão acarreta alguns riscos, nomeadamente ao nível do armazenamento da informação da organização em dispositivos pessoais, algumas questões devem ser colocadas: 

  • Como é que as cópias de segurança da informação que está armazenada, muitas vezes, em dispositivos pessoais são efetuadas?  
  • Vou conseguir que a informação dispersa por todos os dispositivos pessoais seja rapidamente agregada numa versão mestre quando as pessoas voltarem ao trabalho nas organizações? 
  • Quando a informação voltar para o controle da organização, quem garante que a mesma é segura e que não é introduzido malware por essa via? 
  • O meu plano de continuidade e recuperação foi testado durante esta nova realidade que é o teletrabalho? 

É natural que pense que a situação atual de crise pandémica é o cenário de desastre mais complicado que a sua organização pode enfrentar mas, knock on wood, adicione um desastre natural e a sua operação terá um enorme impacto negativo em termos de resiliência. 

Esperar pelo melhor e preparar-se para o pior: eis a regra (Fernando Pessoa).